Derivada parcial. exponencial?

  • 2 respostas
  1. Oi! Que é um derivado parcial e como ele é resolvido de fórmula?

    Que é o exponencial? passando exponencial quando aplicada a uma fórmula?

    Por exemplo, energia livre de Gibbs

  2. * PARCIAL

    O derivado é um derivado parcial, mas uma função de várias variáveis. Isto é, normalmente, utilizando uma função de "f (x)" que depende somente de "x". Mas há mais funções variáveis dependentes f (x, y, z, t). Um par de exemplos:

    f (x) = 5x ² 2
    f (x, y, z, t) = 3x 12xy - sin (2t) 4 (z ) ²

    Para calcular a derivada da primeira função leva em consideração apenas a "x" seria o

    f '(x) = 10x

    Para calcular a derivada da segunda função, existe apenas uma possibilidade, e que pode ser derivada com respeito a "x", ao passo que outros "cartas" são constantes:

    f 'x = 3 12y (isso é chamado a derivada parcial de f em relação à x)

    pode ser derivada considerando que a variável é "y", e tudo o mais constante:

    f 'y = 12x (derivada parcial de f em relação a y)

    Etc ... etc ...


    Para resolver uma equação com um derivado, torna-se uma parte integrante.
    Para resolver uma equação com derivadas parciais ... dizem para fazer "muitos" abrangente, hehe.

    Não é um problema simples e eu não acho que seja necessário (se você se precisar de mais informações ... usando meu e-mail)


    * GIBBS

    Na equação de Gibbs, podem fazer certas aproximações e pode "integrar" os derivados parciais, cuja solução fornece uma função exponencial.


    * EXPONENCIAL

    Uma exponencial é basicamente um expoente potência da variável tal como a base em vez de.

    x ² - poder chamado
    2 ^ x - é chamada exponencial ("^" significa "elevado a")

    A função inversa (que "quebra" a) uma exponencial, é o log. E normalmente usa logaritmos para resolver equações exponenciais.

    Um exemplo:

    y = 10 · 5 ^ x
    Primeiro isolar o exponencial ...
    e/10 = 5 ^ x
    Logaritmos ... então aplicada a ambos os lados da equação
    log (y/10) = log (5 ^ x)
    ... Usando propriedades dos logaritmos
    log (y/10) = x log · (5)
    ... E abriu o desconhecido
    log (y/10)/log (5) = x

    Se a equação tem logaritmos, porque pode ser utilizado para remover o exponencial fazendo a operação inversa:

    Y2 - Y1 = K · Ln (P2/P1) {"Ln" = logaritmo natural, o seu inverso "e ^ x"}
    Isolar logaritmo ...
    (Y2 - Y1)/K = Ln (P2/P1)
    Exponencial ... fazer os dois lados
    e ^ [(Y2-Y1)/K] = P2 P1 /
    Cancelado ... (por exemplo P2)
    · P1 e ^ [(Y2-Y1)/K] = P2


    Espero que esclareceu algo. Ciao.



Mais Perguntas: